https://revistaeletronica.icmbio.gov.br/rebe/issue/feed Revista Brasileira de Espeleologia - RBEsp 2022-01-26T00:00:00-03:00 Júlio Ferreira da Costa Neto julio.costa-neto@icmbio.gov.br Open Journal Systems <div>Revista científica dedicada ao tema Espeleologia. <span style="font-size: medium; font-family: 'Times New Roman', serif;">A RBEsp objetiva publicar artigos de pesquisa, resenhas originais, cartas, mapas, ensaios e relatórios cobrindo tópicos relacionados ao patrimônio espeleológico e sua geobiodiversidade associada. A revista abrange a geologia cárstica, hidrologia, geomorfologia, espeleologia, hidrogeologia, bioespeleologia e a história da ciência espeleológica.</span></div> <div> </div> <div>Para acessar os artigos anteriores a 2020, <a href="https://revistaeletronica.icmbio.gov.br/index.php/RBEsp/issue/archive" target="_blank" rel="noopener">clique aqui</a>.</div> <p> </p> https://revistaeletronica.icmbio.gov.br/rebe/article/view/1913 Resgate de Litotipo e Espeleotemas em Cavernas Carbonáticas, Matozinhos (MG) 2021-04-03T16:13:21-03:00 Juliana Timo juliana.spelayon@gmail.com Daniel Galupo daniel.galupo@gmail.com Ivia Lemos ivia.lemos@gmail.com Mariana Timo mariana.timo@gmail.com <p>Espeleotemas são depósitos químicos recorrentes em cavernas formadas em rochas carbonáticas. O resgate espeleológico permite a caracterização petrográfica das amostras, principalmente de espeleotemas, além da análise e divulgação dos resultados. Nas cavidades BM-157 e BM-158, município de Matozinhos - MG, foram identificados diversos tipos de espeleotemas, como estalactites, estalagmites, cortinas, escorrimentos, coraloides e casca fina. As amostras de rocha coletadas são calcarenitos que foram analisadas por Fluorescência de raio X (FRX) e são compostas de forma majoritária por óxido de cálcio (CaO). Amostras de espeleotema foram analisadas por Difratometria de raio X (DRX) e foram identificados os minerais de calcita (CaCO<sub>3</sub>) e quartzo (SiO<sub>2</sub>). Nos escorrimentos, cortinas, coraloide e casca fina a calcita foi observada com habito fibroso e seguindo uma mesma direção de crescimento. Nas estalactites e estalagmites foi identificado o crescimento concêntrico da calcita e a intercalação de camadas de diferentes tonalidades representando ciclos sazonais de deposição do material.</p> 2022-01-26T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Espeleologia - RBEsp