Listagem, banco de esporos e guia ilustrado de Samambaias e Licófitas da Reserva Biológica (REBio) da Serra da Pedra Branca, Caldas, Minas Gerais

Autores

  • Eric Arruda Williams Escola Nacional de Botânica Tropical, Programa de Pós-Graduação Profissional, Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro
  • Massimo G. Bovini Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro
  • Claudine Massi Mynssen Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.37002/biobrasil.v10i2.1454

Resumo

A Reserva Biológica da Serra da Pedra Branca está situada na borda ocidental da Serra da Mantiqueira, no município de Caldas, estado de Minas Gerais, Brasil. Esse estudo realizou o levantamento de samambaias e licófitas dessa área. Através de expedições mensais durante 17 meses os espécimes foram coletados, herborizados e posteriormente identificados. Ao todo foram inventariadas 90 espécies e a família Polypodiaceae foi a mais rica com cerca de 21% do total de espécies. Há três espécies que integram a lista da flora ameaçada de extinção: Dicksonia sellowianaHook., Cheilanthes regnellianaMett. e Phlegmariurus regnellii (Maxon) B. Øllg.Foi elaborado um guia ilustrado de reconhecimento das espécies e além de os esporos de 25 espécies foram coletados adicionados a um banco de esporos para futuros estudos de conservação. 

Referências

Almeida, T.E. 2008. Análise quantitativa da distribuição geográfica das espécies de pteridófitas ocorrentes no estado de Minas Gerais, Brasil. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal). Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte. 64p.

Azevedo, F.; Droste, A. & Windisch, P.G. 2008. Aspectos da germinação de esporos e desenvolvimento da fase gametofítica de Alsophila setosa Kaulf. E Cyathea atrovirens (Langsd. & Fisch.) Domin (Cyatheaceae). Pesquisas, Botânica. São Leopoldo: Instituto Anchietano de Pesquisas, 59: 223-236.

Biasi, L.A. & Valle, F.C. 2009. Germinação de esporos de Dicksonia sellowiana e crescimento inicial sob diferentes níveis de sombreamento. Scientia Agraria, 10(2): 119-125.

Brasil. Ministério do Meio Ambiente. 2014. Diário Oficial da União. Portaria n° 443, de 17 de dezembro de 2014: Lista Nacional Oficial das Espécies da Flora Brasileira Ameaçadas de Extinção. Disponível em:

http://www.icmbio.gov.br/cepsul/images/stories/legislacao/Portaria/2014/p_mma_443_2014_lista_esp%C3%A9cies_amea%C3%A7adas_extin%C3%A7%C3%A3o.pdfem: 24/11/2014. ¬-Acesso: 23/04/2015.

Conforti, T.B.; Ramos, E.; Adami, S.F.; Rosas, P.F.C.; Filho, J.J.B.; Caponi, H. L. & Pardalis, A.A. 2007. Zoneamento Ambiental da APA “Santuário Ecológico da Pedra Branca”, unidade de conservação municipal, Caldas, MG. Relatório técnico apresentado ao CODEMA de Caldas, MG.

Costa, M.L.M.N., Jackson, P.W., Fernandes, R.A., Peixoto, A.L. 2016. Conservation of threatened plant species in Botanic Garden Reserves in Brazil. Oryx 52(1): 108-11.

Drumond, G.M.; Martins, C. M.; Machado, A.B.M.; Sebaio, F.A. & Antonini, Y. 2005. Biodiversidade em Minas Gerais: um atlas para sua conservação. Belo Horizonte. Fundação Biodiversitas, 222 p.: Il.

Fidalgo, O. & Bononi, V. L. R. 1989. Técnicas de coleta, preservação e herborização de material botânico. Série Documentos, Instituto de Botânica, São Paulo.

Figueiredo, J.B. & Salino, A. 2005. Pteridófitas de quatro Reservas Particulares do Patrimônio Natural ao Sul da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Lundiana, 6(2): 83-94.

Forsthofer, M. & Athayde Filho, F.P. 2012. Florística e aspectos ecológicos de samambaias e licófitas ao longo do córrego Cachoeirinha, Nova Xavantina-MT. Pesquisas, Botânica, 63:149-164.

Gonzatti, F.; Valduga, E.; Wasum, E.R. & Scur, L. 2014. Florística e aspectos ecológicos de samambaias e licó tas em remanescentes de matas estacionais deciduais da serra gaúcha, Rio Grande do Sul, Brasil. Revista Brasileira de Biociências, 12(2):90-97.

Graçano, D.; Prado, J.; Azevedo, A.A. 1998. Levantamento Preliminar da Pteridophyta do Parque Estadual do Rio (MG). Acta Botanica Brasilica, 12(2): 165-181.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 2012. Manual técnico da vegetação brasileira: sistema fitogeográfico, inventário das formações florestais e campestres, ... Rio de Janeiro: IBGE- Diretoria de Geociências. ftp://geoftp.ibge.gov.br/documentos/recursos_naturais/manuais_tecnicos/manual_tecnico_vegetacao_brasileira.pdf>.Acesso: 01 set. 2014

Marcon, C.; Silveira, T. & Droste, A. 2014. Germination and gametophyte development of Cyathea corcovadensis (Raddi) Domin (Cyatheaceae) from spores stored at low temperatures. Acta Scientiarum, Biological Sciences, 36(4): 403-410.

Marques, M.M. & Krupek, R.A. 2018. Samambaias epífitas sobre cáudices de Dicksonia sellowiana Hook. (Dicksoniaceae) e Cyathea phalerata Mart. (Cyatheaceae) em remanescente de floresta ombrófila mista no município de Porto União, SC, sul do Brasil. Ambiência, 14(3): 549-560

Martinelli, G. & Moraes, M. A. 2013. Livro Vermelho da Flora do Brasil. Centro Nacional de Conservação da Flora. 1° ed. Rio de Janeiro. 1100p.

Melo, L.C.N. & Salino, A. 2002. Pteridófitas de duas áreas de floresta da Bacia do Rio Doce no Estado de Minas Gerais, Brasil. Lundiana, 3(2): 129-139.

Melo, L.C.N. & Salino, A. 2007. Pteridófitas em fragmentos florestais da APA Fernão Dias, Minas Gerais, Brasil. Rodriguésia, 58(1): 207-220.

Moraes, F. T. & Jiménez-Rueda, J. R. 2008. Fisiografia da região do Planalto de Poços de Caldas, MG/SP. Revista Brasileira de Geociências, 38(1): 196-208.

Moran, R.C. 2008. Diversity, biogeography and floristics, p. 367-394. In: T.A. Ranker & C.H. Haufler (Eds.). Biology and Evolution of Ferns and Lycophytes. Cambridge press.

Moreira, P.A.B. 2005. Efeito da criopreservação de esporos em nitrogênio líquido no desenvolvimento de gametófitos de Dicksonia sellowiana Hook. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal). Centro de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Santa Catarina. p. 64.

Øllgaard, B. 1992. Neotropical Lycopodiaceae - an overview. Annals of the Missouri Botanical Garden, (79): 687-717.

Prado, J.; Sylvestre, L.S.; Labiak, P.H.; Windisch, P.G.; Salino, A.; Barros, I.C.L.; Hirai, R.Y.; Almeida, T.E.; Santiago, A.C.P.; Kieling-Rubio, M.A.; Pereira, A.F.N.; Øllgaard, B.; Ramos, C.G.V.; Mickel, J.T.; Dittrich, V.A.O.; Mynssen, C.M.; Schwartsburd, P.B.; Condack, J.P.S.; Pereira, J.B.S. & Matos, F.B. 2015. Diversity of ferns and lycophytes in Brazil. Rodriguésia, 66: 1073-1083.

Rezende, M. G.; Elias, R. C. L.; Salimena, F. R. G. & Menini Neto, L. 2013. Vascular flora of Serra da Pedra Branca, Caldas, Minas Gerais and floristic relationships with altitude areas of Southeastern Region of Brazil. Biota Neotropica, 13(4): disponível em: http://www.biotaneotropica.org.br/v13n4/en/abstract?inventory+bn00513042013.

Rolim, L. B. 2007. Pteridófitas do Parque Estadual do Itacolomi, Minas Gerais, Brasil. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal). Instituto de Ciências Biológicas, Universidade de Brasília, Brasília. 271 p.

Rolim, L.B. & Salino, A. 2008. Polypodiaceae Bercht & Presl (Polypodiopsida) no Parque Estadual do Itacolomi, MG, Brasil. Lundiana, 9: 83-106.

Roos, M. 1996. Mapping the world’s pteridophyte diversity systematics and floras, p. 29-42. In: J. M. Camus, M. Gibby & R. J. Johns (ed.). Pteridology in Perspective. Royal Botanic Gardens, Kew.

Salino, A. & Almeida, T. E. 2008. Diversidade e conservação das pteridófitas na Cadeia do Espinhaço, Brasil. Megadiversidade, 4: 196-216.

Salino, A. & Garcia, P. A. 2008. Dryopteridaceae (Polypodiopsida) no Estado de Minas Gerais, Brasil. Lundiana, 9: 3-27.

Scolforo, J. R. S.; Oliveira, A. D. & Carvalho, L. M. T. 2008. Zonenamento ecológico-econômico do estado de Minas Gerais – componentes geofísicos e bióticos. Editora UFLA. Lavras. 161p.

Souza, F. S.; Salino, A.; Viana, P. L.; Salimena, F. R. G. 2012. Pteridófitas da Serra Negra, Minas Gerais, Brasil. Acta Botanica Brasilica, 26(2): 378-390.

Tryon, R.M. 1985. Fern speciation and biogeography. In: Dyer A. F. & Page C. N. (Ed.) 1985. Proceedings of the Symposium held at Edinburgh, Sept. 12-16 Proc. Royal Soc. Edinb. 86 (B): 353-360.

Vargas, I. B. & Droste, A. 2014. In vitro propagation of Cyathea atrovirens (Cyatheaceae): spore storage and sterilization conditions. Revista de Biologia Tropical, 62 (1): 299-308.

Viveiros, R. S. 2010. Pteridófitas da Serra do Caraça, Minas Gerais, Brasil. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal). Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil. 253 p.

Williams, E. A.; Godoy, E. & Andrade, E. A. 2014. Estado de conservação da espécie Phlegmariurus regnellii (Maxon) B.Øllg. (Lycopodiaceae) na Reserva Biológica da Serra da Pedra Branca, Caldas, Minas Gerais, Brasil. Revista Regnellea Scientia, 2 (1): 1-30.

Winters, A. A. M. A geologia do maciço sienítico da Pedra Branca, Caldas, Minas Gerais. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal). Universidade de São Paulo. São Paulo.

Downloads

Publicado

13/08/2020

Edição

Seção

Diálogos entre a Academia e a Gestão de Áreas Protegidas: Programa de Pós-Graduação Profissional