<b>Fogo em veredas: avaliação de impactos sobre comunidades de Odonata (Insecta)</b>

Autores

  • Lara Gomes Côrtes ICMBio
  • Mirian Cristina de Almeida UFG
  • Nelson Silva Pinto UFG
  • Paulo De Marco-Júnior UFG

DOI:

https://doi.org/10.37002/biobrasil.v%25vi%25i.143

Resumo

As veredas são fisionomias abertas do bioma Cerrado, que desempenham papel essencial na proteção de nascentes. Por outro lado, as veredas também são consideradas de grande importância para uso direto das populações rurais que habitam o Cerrado brasileiro. Estes conflitos de utilização das veredas são hoje um grande desafio para a conservação da biodiversidade. Neste estudo objetivou-se testar o efeito do fogo sobre a riqueza e composição de Odonatas (libélulas) em veredas queimadas e não-queimadas na Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins (EESGT). A riqueza foi estimada para cada uma das veredas amostradas através do método não-paramétrico Jackknife de primeira ordem. A análise de espécies indicadoras foi feita pelo IndVal. A similaridade na composição da comunidade de Odonata foi obtida através do índice de Chao. No total foram amostradas 33 espécies de Odonata, distribuídas entre cinco famílias. Nenhuma das espécies de Odonata esteve associada especificamente a ambientes queimados ou não queimados. As veredas queimadas apresentaram uma maior similaridade na composição das comunidades de Odonata do que as veredas não queimadas e o mesmo padrão pode ser observado quando considerada apenas a subordem Zygoptera. Este trabalho com comunidades de Odonata demonstrou que há impacto do fogo sobre a composição de espécies da subordem Zygoptera que possui menor capacidade de dispersão. Isso reforça a idéia de que o fogo é conhecidamente uma das principais ameaças sobre as áreas protegidas do Cerrado e uma ameaça à manutenção da biodiversidade de veredas da EESGT. Caso decisões de uso e manejo do fogo sejam tomadas, que estas sejam, imprescindivelmente, acompanhadas de pesquisas de monitoramento de veredas na EESGT. Palavras-chave: campos úmidos; Cerrado; composição; conflitos; riqueza; unidade de conservação.

Biografia do Autor

Lara Gomes Côrtes, ICMBio

Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade

Mirian Cristina de Almeida, UFG

Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais da Universidade Federal de Goiás

Nelson Silva Pinto, UFG

Laboratório de Ecologia Teórica e Síntese, Departamento de Ecologia, Universidade Federal de Goiás

Paulo De Marco-Júnior, UFG

Laboratório de Ecologia Teórica e Síntese, Departamento de Ecologia, Universidade Federal de Goiás

Downloads

Edição

Seção

Seção temática